Review Guerras Secretas (Saga 2016) – Homem-Aranha: Renovando os Votos

Peter Parker precisa escolher entre ser o Amigão da Vizinhança ou ser um pai e marido devoto a sua família. Grandes acontecimentos, surpresas e um vilão indestrutível são o recheio de uma história de um sensacional universo paralelo.

O começo da história se passa alguns anos antes, relatando o dilema que o Homem-Aranha estava passando. Ele precisava decidir entre salvar a vida da sua família que estava nas mãos arqui-inimigo, Venom, ou proteger o mundo ao lado dos Vingadores.

Venom invade a casa de Peter Parker e prende Mary Jane e Annie J. Parker

Cada decisão tem uma consequência. Então, o Aranha escolhe salvar a vida de MJ e sua filha e a consequência disso é ter que deixar o Venom morrer, não salvar o mundo e ver quase todos os seus parceiros de combate ao crime morrerem pelas mãos do novo vilão, o Regente.

Anos se passam, o Regente se tornou o governador do Mundo. Controlando a “policia”, as escolas, a criminalidade e muitas outras partes sujas da cidade. Em contra parte, os cidadãos são totalmente a favor de suas ações. Pois se sentem a salvo e ficam tranquilizados por não existirem heróis para destruir a cidade.

Uma vírgula, nesse momento prestem a atenção no vilão que passa voando atrás do Peter Parker, lá na frente, iremos vê-lo novamente, porém, completamente diferente. Não sei se é um erro ou esse vilão tem um legado. Fica a duvida!

Retornando! Perante a essa situação, Peter decidiu se dedicar a sua família, mas, ainda tem muitos pesadelos com os acontecimentos dessa noite fatídica. Sua filha, Annie May Parker, tem poderes e usa um bracelete que a inibi de ser localizada pelo Regente e sua “policia”. Como nada é fácil na vida do Aranha, esse bracelete quebra e sua filha corre perigo.

A família Parker não são os únicos seres com super poderes que estão vivos, existe uma força tarefa liderada por um “Nick Fury”. Essa resistência se chama SHIELD.

A HQ é composta por 116 páginas divida em 4 Edições e muitos acontecimentos fazem com que Peter utilize novamente o traje do Aranha. Os vilões do Sexteto Sinistro estão desconfiados que ele tem algum problema ou está lutando por alguma causa, pois, está atuando de forma diferente. Ele desmembra o Octopus!!

O Regente é um vilão muito poderoso e pode utilizar as habilidades dos heróis que matou. Ele tem a pele do Colossus, solta rajadas iguais ao Ciclope, pode ler mentes como Xavier e tem a força do Hulk. Ele tem tudo, mas precisa de uma coisa só o Homem-Aranha tem! Segundo ele para um propósito maior. Ele iria enfrentar um deus!!

O Regente matando o Hulk e os Vingadores

O Regente matando o Hulk e os Vingadores

Com desenhos de Adam Kubert, roteiros de Dan Slott e cores de Justin Ponsor “Renovando os Votos” é um universo muito interessante! É uma pena que é apenas uma parte no Mundo Bélico.

A leitura vale muito a pela.

 

 

351 Total Views
Fábio Franzoni

Fábio Franzoni

Cafézinho com sabor de justiça!

Você pode gostar...

  • Vale mesmo, Fábio. Nossa, é muito legal ver como esse universo alternativo ficou interessante. Acaba sendo um presente para os fãs que ficaram enraivecidos após a fatídica conclusão do arco pós Guerra Civil (a primeira) que não vou detalhar aqui por questão de spoiler. Só vou dizer que envolve um pacto, rs.

    Sobre a história em si, vale dizer como ficou bem representada essa dinâmica familiar dele, algo até então só mostrado em outro universo só que com a filha mais velha e com outro nome. Em relação ao Regente, é vilão muito bom mesmo não sendo 100% original já que em alguns pontos lembra o Super-Adaptóide, por exemplo. O que se destaca no personagem são os seus propósitos, algo que de certo modo lembra o Dr. Destino que é outro vilão que muitos vezes se coloca mais como um “herói” do que necessariamente um vilão.

    Parabéns pela análise
    Abraço

    • O Regente lembra o Super-Adaptóide mesmo, porém, muito mais forte e astuto.
      A Guerra Civil (primeira) tem uma versão que dá continuidade nas Guerras Secretas 2016, em breve sairá a resenha desta edição.

      Obrigado e abração.

      • Essa saga como um todo tem sido um presente em termos de qualidade, se comparada com as mais recentes, e uma homenagem a vários momentos da Marvel. Não duvido muito que o Regente seja inspirado no Super-Adaptóide.
        Grande abraço.

  • Jotta

    Cara à muito tempo que eu não sigo quadrinhos, muito menos comprar quadrinhos, mas depois de ler seu review minha vontade era de ir até a banca mais próxima e comprar um exemplar. Cresci lendo A teia do aranha, O espetacular homem aranha e O Homem Aranha, não perdia uma edição, que saudade. Parabéns pelo texto, continue com a responbilidade de escrever, pois “com grandes responsabilidades vem grandes poderes” kkkkkkkkk, essa frase vem de uma realidade paralela onde o flash é picado pela aranha no lugar do Peter, mas essa história deixa pra outro comentário.

    • Fala ai, Jotta!

      Cara, não sabia dessa versão do Flash Thompson como Aranha!!! Vou pesquisar mais sobre.

      Obrigado e um abração, bro.