Review Preacher S01E03 – The Possibilities

Neste episódio compreendemos alguns dos resultados do poder que Jesse tem sobre as pessoas. O motorista do ônibus escolar que praticava pedofilia esqueceu completamente a existência da menina que ele abusava e Tracy, a garota em estado vegetativo se manteve inerte, mas já abria os olhos, o que deixou a mãe descrente muito emocionada.

Agora Jesse está aceitando com mais voracidade seu dom (ou maldição, levando em consideração que a dupla de anjos ainda está atrás do pastor para retirar essa dádiva) e inclusive conseguiu entender o estopim que desencadeia essa onde de energia capaz de influenciar as ações humanas. E usufrui muito bem desse poder, quando está num banheiro de um posto na beira da estrada e dá de cara com Donnie e sua arma apontada para a sua cabeça – só para situar, Donnie é um pai de família que agride a esposa e o bom pastor lhe deu um braço quebrado. Já dá pra imaginar o que aconteceu, não é?! Ele fez o fez sentar no vaso, enfiar o cano do revolver na própria boca e puxar o cão da arma. Nessa hora Custer volta do transe e de repente desvenda exatamente como se sente durante tal processo.

Não sei se foi a intenção do Diretor, mas esse ângulo com "DICK" escrito na parede com Donnie apavorado foi uma sacada sensacional!

Não sei se foi a intenção do Diretor, mas esse ângulo com “DICK” escrito na parede com Donnie apavorado foi uma sacada sensacional!

Aí vem a cena mais FODA! Assim que Jesse começa a se adaptar com o fato de controlar o comportamento das pessoas, decide aprimorar essa habilidade em Cassidy. Justo! Acredito que muita gente já se imaginou fazendo isso depois de descobrir que pode comandar a mente dos outros. Nada se compara a ver Cassidy fadado a dar pulinhos enquanto revela seu gosto por Justin Bieber, fazer movimentos de boxe cada vez mais rápidos e voar… de cara para a parede.

É uma boa cena...

É uma boa cena…

Ou não!

Ou não!

Bom, voltando um pouco ao momento em que Jesse está no posto de beira de estrada, ele está acompanhado da Tulipa. No início do episódio ela recebe um bilhete de Dany, com o endereço de Carlos. Quem é Carlos? Também não sabemos. Porém, Carlos parece ser um homem detestável que retornou depois de muitos anos, pois ambos tiveram o mesmo devaneio assim que ouviram falar desse nome. Enfim, os dois estavam a caminho para buscar por este cara e, provavelmente, matá-lo. No entanto, aquele momento que viveu com Donnie no banheiro o fez dar meia volta sem uma explicação, deixando Tulipa super revoltada. Até entendo a fúria… Ela não percebeu nenhuma mudança em Jesse, aí subitamente o pastor decide dar de ombros. Mas como telespectadora, parece estar óbvio que ele vai acabar usando sua principal arma pra atacar Carlos quando ele menos esperar, mas será que Tulipa ficará sabendo?!

E como era de se esperar, Cassidy resolve se aliar a dupla de “clones” dos quais ele havia matado no episódio anterior, só que extraordinariamente, eles retornam intactos para mais uma batalha, o que deixa Cassidy chocado.

Nos últimos minutos, durante a conversa com Cassidy, eles se denominando como seres do céu, que buscam pelo Jesse para arrancar seu poder e enfiar dentro de uma lata de café. Por que? Porque sim! Garanto que essa busca vai perdurar por um bom tempo nessa temporada.

Carolina Cruz

Nascida no Dia Mundial do Disco Voador. Publicitária, blogueira, podcaster e ávida pesquisadora do trivial. É isso!

Você pode gostar...