Review Preacher S01E08 – El Valero

No episódio anterior, onde passa um tanto da infância de Jesse, uma cena peculiar nos mostra o garoto aguardando seu pai num hall enquanto ele atende um homem que, até então, era uma incógnita para nós. Bom, o começo de “El Valero” acaba com o suspense logo de cara e descobrimos que o homem misterioso é Odin Quincannon em seu momento mais perturbador. O que explica sua relação com a religião e com Deus no geral, e esclarece muitas das suas decisões até o momento.

Review Preacher | Pow de Cast

A série começa de verdade e o épico ataque que tinha sido prometido no episódio anterior acontece, BUT essa sequência é tão trágica quanto cômica. O ataque inicial (que me lembrou muito cenas de filmes com Ku Klux Klan) que saiu pela culatra, fez com que os homens de Odin voltassem para seu líder todos cabisbaixos, por sua vez Odin tentou criar novas estratégias os convencendo a atacar outra vez a igreja com a promessa de um food court. A cereja do bolo foi Jesse arrebentar com o pênis de um dos trabalhadores, que pra mim foi uma das cenas mais engraçadas na série! hahaha

Bom, enquanto está na igreja, Jesse consegue desenterrar o Cara-de-Cu. Porém, quando estava assistindo, achei que havia algo estranho… E havia! Eugene não passava de uma manifestação da culpa de Jesse. Creio que os produtores tentaram criar um misteriozinho em cima dessa passagem, mas o plot já está um tanto manjado então qualquer um compreenderia que a presença do garoto não era real.

Review Preacher | Pow de Cast

Neste momento… PLUFT! Aparecem DeBlanc e Fiore, os adoráveis anjos com suas interações sensacionais, tentando outra vez expulsar Genesis de dentro de Jesse e colocar aquela energia na lata de café. Dessa vez eles vieram mais persuasivos, concedendo ao pastor a garantia de trazer Eugene de volta do inferno, se ele cooperar com o ritual. Ele cooperou. O ritual deu certo. Os anjos ficaram felizes. Jesse ficou aliviado. Eugene… Eugene não voltou. E Genesis deu um “olé” nos anjos e voltou para o interior de Jesse… Gosh! Isso nunca vai acabar!

E o Donnie que começou como um cara mau e com o passar do tempo foi ficando mais desesperado e agora resolveu apelar. Pois é, ele foi um dos primeiros a sacar o poder de Jesse e chegou ao extremo quando invade a igreja e se depara com o pastor em sua frente. Jesse, claro, foi todo safo usar Genesis a seu favor quando de repente… Sim, Donnie arrebentou com os próprios tímpanos para burlar o grandioso poder de Jesse.

Review Preacher | Pow de Cast

O quê?!

Meu, esse episódio está com as cenas mais chocantes de todas, sério! Deve ser porque a história toda está se desenrolando. Inclusive no último confronto com o Quincannon, Jesse questiona sua renúncia a Deus e ele diz com vigor que está servindo a Deus, mas um Deus tangível. Um Deus da Carne! Céus, como eu ri nessa hora, por mais previsível que fosse esse discurso, ver um cara careca e com cara de maluco falar uma coisa dessas com devoção é genial!

Review Preacher | Pow de Cast

A cara de Jesse desiludido com a declaração de Odin Quincannon é a melhor!

Hey, não me esqueci de Tulipa e Cassidy. Nesse episódio Tulipa aparece em segundo plano buscando um cãozinho fofo para adotar. Ela adota, brinca com ele, dá carinho e depois aquele cãozinho fofinho vira comida para o Cassidy que, por sinal, ainda não sabemos como está sua aparência depois de se queimar no sol para enfrentar Jesse.

E o episódio termina com uma cena intrigante e um tanto fora de contexto. Um mostrador de pressão com DANGER apresentado em letras gigantescas, vermelhas e luminosas, até que um funcionário surge para reduzir a pressão e a mensagem de perigo é apagada. Bem, vem coisa por aí!

Review Preacher | Pow de Cast

Continue acompanhando os reviews aqui no Powdecast e você também pode participar dando a sua nota para o episódio!


anuncio-preacher-01

 

 

306 Total Views

Carolina Cruz

Nascida no Dia Mundial do Disco Voador. Publicitária, blogueira, podcaster e ávida pesquisadora do trivial. É isso!

Você pode gostar...